Romy, Jane, Gerard, Patrick… e os outros

Tirar Romy Schneider da tragédia e iluminar a mulher livre e solar. Enfrentar o legado Patrick Dewaere, actor que foi uma revolução no cinema francês. Entronizar a lenda Gérard Philipe no ano em que completaria 100 anos. Conhecer Jane Campion: oscarizada, elevada a símbolo, mas pouco vista. Propostas dos documentários vistos na secção Cannes Classics do festival.

Foto
Romy Schneider num clip promocional do filme O Assassinato de Trotsky Eva Sereny

Restaurar o património Romy Schneider, tirá-la das sombras e iluminar a mulher livre e solar. Enfrentar o legado Patrick Dewaere: como é que uma filha consegue estar em frente aos filmes que foram encaminhando o pai para um tiro na boca? Conhecer, enfim, Jane Campion: muito falada, oscarizada, elevada a símbolo, mas, na verdade, pouco vista: quem se lembra de Um Anjo à Minha Mesa? E, finalmente, o actor como “figura moral”…

Sugerir correcção
Ler 1 comentários