Greves desconfinam e aumentam 85% nos primeiros quatro meses de 2022

O Ministério do Trabalho recebeu 270 pré-avisos de greve até Abril, quase duas vezes mais do que as greves comunicadas no mesmo período de 2021. Já na administração pública, os pré-avisos registados pela Direcção-Geral da Administração e do Emprego Público recuaram 26%.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Os primeiros quatro meses de 2022 foram marcados por um aumento de 85% do número de pré-avisos de greve que os sindicatos fizeram chegar ao Ministério do Trabalho, conseguindo finalmente recuperar das quedas registadas em 2020 e em 2021, anos muito marcados pela pandemia de covid-19. Mas se no sector privado e nas empresas públicas as greves estão a desconfinar, nos serviços e organismos do Estado assistiu-se a uma diminuição de 26% dos pré-avisos registados.

Sugerir correcção
Ler 8 comentários