António Horta Osório: “Portugal tem falta de ambição”

Um ano depois de assumir funções como presidente não-executivo do conselho de administração da Bial, António Horta Osório defende um consenso entre todos os partidos e as diferentes gerações para se definirem metas ambiciosas para o país. Percebe a crítica de Cavaco à falta de “coragem” do Governo, mas acredita que a maioria de Costa é “uma vantagem” para responder aos desafios do baixo crescimento.

Foto
Antonio Horta Osório, presidente do conselho de administração da Bial Adriano Miranda

Sugerir correcção
Ler 100 comentários