Casa da Música: trabalhadores apontam “profunda insatisfação” com administração

Sindicatos tornam pública carta enviada ao Conselho de Fundadores da instituição portuense em que denunciam irregularidades, falta de diálogo e represálias sobre trabalhadores reivindicativos.

Foto
Greve dos trabalhadores da Casa da Música, em 2021 Nelson Garrido

Os trabalhadores da Fundação Casa da Música manifestaram esta segunda-feira a sua “profunda insatisfação” pela falta de diálogo com o Conselho de Administração da entidade num comunicado endereçado aos membros do Conselho de Fundadores da Fundação Casa da Música e que enviam agora à imprensa. A administração, dizem os sindicatos de Hotelaria do Norte e dos Trabalhadores de Espectáculos, do Audiovisual e dos Músicos (CENA-STE), tem agido “sem consideração pelas reivindicações dos trabalhadores, sem transparência e recusando toda e qualquer forma de negociação”. Reiteram que há “represálias sobre trabalhadores reivindicativos”.

Sugerir correcção
Comentar