Reino Unido e EUA anunciam retirada de funcionários das suas embaixadas em Kiev

Washington acredita que uma invasão russa da Ucrânia pode acontecer “a qualquer altura”, mas nota que a decisão de retirar funcionários da embaixada é cautelosa. UE não planeia fazer o mesmo para já.

Foto
Soldado ucraniano perto da linha da frente na região de Donetsk Reuters/STRINGER

O Reino Unido começou a retirar funcionários da sua embaixada em Kiev esta segunda-feira, dando como justificação a ameaça de uma invasão russa da Ucrânia. Os EUA também estão a planear fazê-lo. Apesar de ser vista como uma medida preventiva, é um sinal de que as esperanças para que seja alcançada uma solução diplomática são cada vez mais ténues.

Sugerir correcção
Ler 65 comentários