Teletrabalho deixa de ser obrigatório e passa a ser abrangido por novas regras

Desde o dia 1 de Janeiro, está em vigor um novo enquadramento legal para o teletrabalho. Depois de este regime ter sido obrigatório nas últimas três semanas por causa da pandemia, o teletrabalho passa a ser apenas recomendado, sendo abrangido pelas novas regras.

Foto
Mais de um milhão de pessoas estiveram em teletrabalho em Portugal no período inicial da pandemia Paulo Pimenta

Desde este sábado, 15 de Janeiro, o teletrabalho deixou de ser obrigatório e passou a recomendado, aplicando-se as novas regras do Código do Trabalho que trazem alterações ao pagamento das despesas e às situações em que o empregador não pode recusar esta modalidade.

Sugerir correcção
Comentar