Coro de protestos (2)

Quando o PÚBLICO viola o seu Livro de Estilo, presta um mau serviço aos leitores, ao jornalismo e a si mesmo.

O texto publicado na edição de 14 de Dezembro de 2021 com o título de primeira página Ministério Público deixou prescrever crimes de políticos suspeitos nas PPP, e no interior do jornal com o título Prescrição livra antigos governantes de responderem em tribunal no caso das PPP, foi objecto de um Direito de Resposta de Teixeira dos Santos, ministro das Finanças dos governos de José Sócrates. No final dessa resposta, a direcção do PÚBLICO divulgou uma nota em que defende a posição do jornal e da jornalista Ana Henriques, autora do artigo e dos títulos (Coluna do Provedor, 7/1/2021).

Sugerir correcção
Ler 2 comentários