Ajuda pública à TAP pesa 0,5% do PIB no défice de 2021

Dos 1736 milhões aplicados pelo Governo no capital da TAP em Dezembro, só 536 milhões contam para o défice de 2021 que se somam aos 462 milhões já injectados em Maio. Os outros 1200 milhões já tinham sido contabilizados em 2020.

Foto
O ministro das Finanças, João Leão, e o ministro das Infra-estruturas, Pedro Nuno Santos LUSA/MÁRIO CRUZ

Do reforço de 1736 milhões de euros feito pelo Governo no final de Dezembro no capital da TAP, apenas 536 milhões deverão ter um reflexo no défice público de 2021, uma vez que o valor restante já foi contabilizado no défice em 2020, o ano em que foi concedido o empréstimo agora transformado em capital.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários