Partidos antecipam campanha com adaptações

As acções sujeitas a maiores condicionamentos serão almoços e jantares. Alguns partidos admitem que não farão campanha à mesa.

Bloco na rua, em campanha
Fotogaleria
Bloco na rua, em campanha Pedro Fazeres
Arruada da CDU em 2019
Fotogaleria
Arruada da CDU em 2019 Anna Costa / Publico
Fotogaleria
CDS em campanha no terreno LUSA/PEDRO SARMENTO COSTA,LUSA/PEDRO SARMENTO COSTA
Uma enchente laranja em 2019
Fotogaleria
Uma enchente laranja em 2019 Rui Gaudencio
Arruada dos socialistas
Fotogaleria
Arruada dos socialistas Daniel Rocha

A campanha eleitoral que começa no dia 16 de Janeiro ainda não será normal. Depois de o PS ter assumido que não fará as tradicionais arruadas ou refeições, optando por uma campanha minimalista, outros partidos explicaram ao PÚBLICO que também farão depender as acções políticas da evolução da pandemia. Recorde-se que na última semana bateram-se, por diversas vezes, os recordes de novos casos e a ministra da Saúde chegou a antecipar 37 mil casos no início de Janeiro.

Sugerir correcção
Comentar