Bloco Central, o SOS das crises

Só houve um Governo, durante pouco mais de dois anos, que correspondeu a esta fórmula, em tempo de aperto orçamental e de crise social com a coreografia das bandeiras negras. Mas a ideia de contratualizar ao centro continua a gerar polémica.

Foto
Mário Soares e Carlos Mota Pinto Manuel Moura

Foi apenas um Governo, o IX Constitucional, que durou pouco mais de dois anos, mas aquela fórmula ainda ensombra o debate político. Com a distância de 38 anos é fácil explicar a origem da solução. O Bloco Central, executivo dos dois maiores partidos, o PS e o PSD, que no somatório da preferência dos eleitores continuam maioritários, foi o SOS para as crises, e surge novamente no debate político perante eventuais cenários de ingovernabilidade saídos das próximas legislativas antecipadas para 30 de Janeiro.

Sugerir correcção
Ler 7 comentários