Portugal fez nova tentativa para suspender caso da Zona Franca da Madeira

Enquanto reclama às empresas as ajudas consideradas ilegais pela Comissão Europeia, Portugal tenta anular essa obrigação. Governo separa as águas: uma realidade é executar a recuperação, outra é contestá-la.

Foto
Zona Franca Industrial, no Caniçal (Madeira)

Depois de perder na primeira instância no Tribunal Geral da União Europeia (UE), Portugal apresentou recurso no Tribunal de Justiça da UE para tentar, uma segunda vez, suspender, de forma cautelar, o processo de recuperação das ajudas ilegais concedidas a empresas da Zona Franca da Madeira (ZFM). A acção foi entregue em Setembro.

Sugerir correcção
Ler 22 comentários