Governo falha prazos do Ferrovia 2020 e projectos derrapam para depois de 2023

A modernização das linhas de Cascais e do Douro são as primeiras baixas do Ferrovia 2020, que a IP não consegue concretizar atempadamente. Financiamento terá de vir do Portugal 2030.

Foto
António Costa em Julho deste ano na apresentação das novas carruagens adquiridas pela CP à Renfe ESTELA SILVA/LUSA

O programa de investimentos Ferrovia 2020, que, desde a sua apresentação, em 2016, tem vindo a derrapar em todos os seus projectos, não será integralmente cumprido em 2023, prazo-limite para a obtenção dos fundos comunitários a que se candidatou. 

Sugerir correcção
Ler 63 comentários