Ministério Público perdeu um quarto dos magistrados em dois anos

A primeira instância ficou sem 447 procuradores entre Outubro de 2019 e Outubro passado, segundo dados do Ministério da Justiça.

Foto
Rui Gaudencio

O Ministério Público perdeu em dois anos praticamente um quarto dos magistrados que trabalhavam nos tribunais de primeira instância. Ou seja, entre Outubro de 2019 e Outubro passado, o número de procuradores recuou de 1817 magistrados para 1370, uma diferença de 447 profissionais, segundo dados disponibilizados ao PÚBLICO pelo Ministério da Justiça, que contabilizam os profissionais pagos pela Direcção-Geral da Administração da Justiça. A falta de quadros tem sido um problema com que o Ministério Público se tem confrontado ao longo dos anos, mas que se agravou claramente nestes dois anos.

Sugerir correcção
Ler 7 comentários