Isenção de IRS chega a mais 570 mil famílias com o novo salário mínimo

Novo limiar implica ajustamento das tabelas de retenção. Governo admite continuar a baixar IRS nos salários no início de 2022. Nenhuma das medidas depende do Orçamento.

Foto
As tabelas de retenção definem quanto é que um trabalhador desconta de IRS por mês em função do nível salarial Adriano Miranda

A subida do salário mínimo nacional (SMN) para 705 euros no próximo ano, que o Governo se prepara para discutir na concertação social, vai alargar o universo de contribuintes isentos de IRS em 2022, permitindo um alívio fiscal a mais 570 mil famílias de baixos rendimentos.

Sugerir correcção
Ler 42 comentários