Milhares de migrantes encurralados à porta da UE, peões da política internacional

A chegada de migrantes em grande escala às fronteiras da Bielorrússia com a União Europeia começou a registar-se a partir do Verão, depois de a União Europeia ter imposto sanções ao regime de Minsk.

i-video

A chegada de migrantes em grande escala às fronteiras da Bielorrússia com países da União Europeia - na Letónia, na Lituânia e na Polónia - começou a registar-se a partir do Verão, depois de a União Europeia ter imposto sanções ao regime de Minsk.

Nos últimos dias, o fluxo de pessoas aumentou, assim como a presença militar de ambos os lados da fronteira. A Bielorrússia pediu ajuda à Rússia para controlar as fronteiras. O primeiro-ministro polaco acusou o Presidente russo, Vladimir Putin, de "orquestrar" esta crise dos migrantes.

 

Leia mais:

A crise na fronteira externa da UE com a Bielorrússia: como começou e o que está em causa

Sírios, iraquianos e iemenitas deixam de poder voar da Turquia para a Bielorrússia

Dezenas de migrantes voltam a tentar entrar na Polónia pela fronteira com a Bielorrússia

Polónia legaliza expulsão de migrantes nas suas fronteiras