Rangel está “preparadíssimo” para eventuais legislativas antecipadas

O eurodeputado e candidato à presidência social-democrata afasta, em entrevista à TVI, qualquer possibilidade de o PSD vir a aprovar o Orçamento do Estado para evitar uma crise. E aposta em conquistar uma maioria absoluta para o PSD.

Foto
Paulo Rangel assumiu a candidatura à liderança do PSD no conselho nacional do partido realizado na passada quinta-feira Paulo Pimenta

Paulo Rangel considera desejável evitar um cenário de crise política aberta pela reprovação da proposta do Governo para o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Contudo, além de considerar que essa é meramente uma “possibilidade excepcional”, o candidato à presidência do PSD garantiu estar “preparadíssimo” para liderar o partido em eventuais eleições legislativas antecipadas, nas quais lutará pela maioria absoluta.