Passos Coelho

Todos os tópicos

  • Troika em Portugal, pressão em Bruxelas, sustos nos mercados e um novo governo a falar da existência de um “desvio colossal” nas contas públicas. No Verão de 2011, os portugueses perceberam definitivamente que a austeridade não seria temporária.

  • O mais elementar respeito pelo país e pelos que nele habitam – aqueles que votam e elegem o poder político – obrigava Governo e oposição a terem o mais básico bom-senso

  • Nas redes sociais, o candidato a Loures já tinha escrito: “Não vejo outra solução que não seja a redução drástica da presença islâmica na União Europeia”.

  • Hugo Soares, novo líder parlamentar do PSD, põe mais baixa a fasquia das autárquicas: para ganhar, basta ter mais câmaras do que há quatro anos. E responde a Rui Rio, que dizia que o PSD está hoje pior: "Confesso que não percebo".

  • Passos exigiu aos seus candidatos que respeitassem sete princípios nas próximas autárquicas. O sétimo dá-lhe uma chave para despedir o que escolheu para Loures.