Maiores e vacinados, mas ainda sem vontade de deixar a máscara

Saudáveis e imunizados, há ainda quem não tenha pressa de deixar a máscara, mesmo depois do fim da obrigatoriedade de uso no exterior.

Foto
engin akyurt/unsplash

Apesar de vacinada, Maria teme a possibilidade de infectar a avó, com quem vive. Joana também tem medo de apanhar o vírus e transmiti-lo, já Filipa habituou-se de tal maneira à máscara que, agora, sente-se mal quando não a usa. Estes receios da parte de jovens que já estão vacinados contra a covid-19 são compreensíveis, dizem os especialistas. Afinal, há hábitos difíceis de perder e para alguns o uso da máscara é um deles: 318 dias depois da lei aprovada, o equipamento de protecção individual deixou de ser de uso obrigatório no exterior, na passada segunda-feira, apesar de a Direcção-Geral de Saúde continuar a recomendar a utilização em situações em que seja impossível cumprir o distanciamento físico e devendo ainda ser usado pelos mais vulneráveis.