Pestana reabre o hotel d’ A Brasileira no Porto

“O melhor café é o da Brasileira”, já rezava o slogan. Com mais de um século de história, o icónico espaço, tornado hotel em 2018, reabre em Setembro após fechar as portas por causa da pandemia.

restaurantes,hoteis,hotelaria,fugas,porto,turismo,
Fotogaleria
dr
restaurantes,hoteis,hotelaria,fugas,porto,turismo,
Fotogaleria
Nelson Garrido
restaurantes,hoteis,hotelaria,fugas,porto,turismo,
Fotogaleria
Nelson Garrido
restaurantes,hoteis,hotelaria,fugas,porto,turismo,
Fotogaleria
Nelson Garrido
,Cafeteria
Fotogaleria
Nelson Garrido
,A brasileira
Fotogaleria
Nelson Garrido
Fotogaleria
Nelson Garrido
Fotogaleria
Nelson Garrido

Pestana Porto – A Brasileira City Center & Heritage Building. É este o nome completo de uma das unidades mais carismáticas do grande portefólio do grupo Pestana, “o maior grupo internacional de turismo e lazer de origem portuguesa” e que soma mais de uma centena de hotéis em gestão directa, Pousadas de Portugal incluídas. A pandemia levou ao encerramento de várias unidades que têm vindo a reabrir e chegou a altura do regresso do hotel que nasceu a partir do histórico café portuense: o Pestana Porto d’ A Brasileira reabre a 13 de Setembro e com promoção: desde 122 euros por noite.

A unidade hoteleira tem localização no centro nevrálgico da cidade e foi inaugurada em 2018, “após a reabilitação do edifício da cafetaria centenária A Brasileira, que preservou todos os seus traços originais”, garante o grupo em comunicado.

Passa a oferecer novamente 89 quartos e suítes, estando estes distribuídos por pisos temáticos, todos "associados às especiarias importadas durante a expansão marítima portuguesa: anis, café, canela, chá, chocolate e pimenta rosa”.

Entre os serviços disponíveis, contam-se ginásio, duas salas de reuniões e “pátio francês” com um jardim vertical.

A cafetaria A Brasileira, com a devida esplanada para observar a vida portuense, estava já aberta ao público desde o início do Verão (8h/20h).

Foto
nelson garrido

Célebre pelo slogan “O melhor café é o da Brasileira”, o café original foi inaugurado em 1903 e, como se escrevia na Fugas aquando da inauguração do hotel, passou por convulsões e nos últimos tempos até era um Il Caffe di Roma.

Depois da interrupção causada pela pandemia, volta agora à sua nova vida como hotel, marcando o quotidiano da Avenida Sá da Bandeira (fica no nº 91).