7 dias, 7 fugas: do fazer ao estar, entre a cerveja e o petiscar

Do Fazunchar em Figueiró dos Vinhos ao Poster Mostra em Lisboa, há um mundo com Artbeerfest em Caminha, Photo Ark em Braga, Rota do Pitéu em Setúbal, Estar em Vila do Bispo e Festas d’Agonia em Viana do Castelo.

viana-castelo,fugas,artes,setubal,braga,lisboa,
Fotogaleria
Fazunchar em Figueiró dos Vinhos, Mural de Draw e Contra (2020) DR
viana-castelo,fugas,artes,setubal,braga,lisboa,
Fotogaleria
O Artbeerfest está de volta a Caminha Nelson Garrido
,Photo Ark: a busca de um homem para documentar os animais do mundo
Fotogaleria
Photo Ark em Braga DR
viana-castelo,fugas,artes,setubal,braga,lisboa,
Fotogaleria
A Rota do Pitéu passa por Setúbal DR/CM Setúbal
viana-castelo,fugas,artes,setubal,braga,lisboa,
Fotogaleria
Vila do Bispo entra em modo Estar - Encontros de Teatro e Animações de Rua DR
,Província do Minho
Fotogaleria
Festas d'Agonia em Viana do Castelo DR
viana-castelo,fugas,artes,setubal,braga,lisboa,
Fotogaleria
Poster Mostra em Lisboa DR

Sábado, 14: a Fazunchar por aí

A arte volta a fazer a festa em Figueiró dos Vinhos. À terceira edição, o Fazunchar mantém a essência e a cartilha que lhe deu forma: “uma experiência de partilha, de encontro e de (re)descoberta entre pessoas, arte e território”. O programa decorre entre 14 e 22 de Agosto e materializa-se em murais, instalações, residências artísticas, exposições, conversas, visitas guiadas, concertos, workshops (de stencil e de ilustração com plasticina) e um piquenique comunitário. A dar tinta e alma ao cartaz estão artistas nacionais como Pantónio, Mariana Duarte Santos, Samina ou Third, e de outras paragens, como os espanhóis Elisa Capdevila e Isaac Cordal, o argentino Bosoletti ou a francesa Perrine Honoré. Fred e o projecto Miramar, da dupla Peixe e Frankie Chavez, são convidados a dar música ao manifesto. Num esforço de “transmitir e preservar o corpus cultural” da comunidade, há espaço ainda para a reinterpretação da obra do pintor José Malhoa pela ilustradora Teresa Rego, a recuperação de um jornal de cordel e o passeio pela Volta dos Vinhos. Aos comandos do festival está, mais uma vez, a Mistaker Maker - Plataforma de Intervenção Artística. 

Domingo, 15: Caminha com cerveja na mão

Dedicado aos projectos cervejeiros, o Artbeerfest está de volta ao formato presencial. Depois de uma edição online no início de Julho, os amantes da cerveja artesanal têm a banca montada junto à margem do rio Coura, no Parque 25 de Abril de Caminha, até 15 de Agosto. À prova, numa esplanada gigante e com distâncias de segurança garantidas (assegura a organização), estão 160 rótulos de 22 cervejeiros, a que se juntam quatro estações de comida e animação musical com DJ. As portas estão abertas a partir das 17h (sexta) e das 13h (sábado e domingo), encerrando à meia-noite. A entrada custa 15€ (com copo e 12€ em fichas de consumo), e está sujeita a compra antecipada de bilhete no site do evento

Segunda, 16: o mundo numa arca fotográfica

As semelhanças com a Arca de Noé não são pura coincidência. Na arca do fotógrafo norte-americano Joel Sartore cabem fotografias, infografias e vídeos de animais em vias de extinção, num catálogo que conta já com mais de onze mil espécies. A ideia, que começou em 2006 e tem o selo da National Geographic, assume-se como um projecto documental cuja missão é “fotografar todas as espécies em cativeiro do mundo e levar as pessoas a encantar-se pela biodiversidade do planeta e a protegê-la”. A exposição Photo Ark já passou pelo Porto, Lisboa e Vilamoura, e chega agora a Braga, onde podem ser vistas cerca de 80 imagens, no Nova Arcada, até 12 de Janeiro (segunda a sexta, das 14h às 20h; fins-de-semana e feriados, das 12h às 20h). A entrada custa 5€ (2€ dos cinco aos 17 anos).

Terça, 17: tempo para petiscar

Choco frito, pataniscas, prego em bolo do caco, moelas, pastéis de bacalhau, chili vegetariano, lombinho no pão, bruschetta de Azeitão, bifana com molho de moscatel, ostras, empadas de choco, salada de polvo, cachacinhos, mexilhão… Do mais tradicional ao moderno, com versões que servem palatos diversos, estes são apenas alguns dos petiscos à prova na segunda edição da Rota do Pitéu, servida entre 12 e 31 de Agosto, em Setúbal e em Azeitão. A degustação passa por tascas, tabernas, restaurantes e marisqueiras, num total de 28 estabelecimentos, que podem ser consultados aqui. Cada pitéu custa 3,50€.

Quarta, 18: Estar na rua

Em Vila do Bispo, o convite é para Estar. É esse o nome dos Encontros de Teatro e Animações de Rua, que habitualmente chegam no Verão para animar Odeceixe. Este ano, o festival muda-se mais para sul, levando animação ao areal da praia e ao miradouro do Burgau, ao Salema Ecocamping, a Budens e ao espaço da organizadora Mãozorra, em Barão de São Miguel. Num alinhamento itinerante, agendado entre 18 e 21 de Agosto, saem à rua as propostas de Tosta Mista, Teatro D. Roberto, Jean Philippe Kikolas, Poemas Visuais, Flamenco É Assim, Thorsten Grütjen e Andryna Y Gervásio, The Raposeira Dub Collective, entre outros. A entrada é gratuita, mas sujeita a levantamento de bilhete (no local, uma hora antes do espectáculo). O programa completo pode ser consultado aqui

Quinta, 19: de Viana, com amor

É conhecida como a rainha das romarias de Portugal, atraindo, todos os anos, milhares de visitantes a Viana do Castelo. A devoção à Senhora d'Agonia, a quem os pescadores pediam auxílio nas horas de maior aflição, é o fio condutor da festa mas o cartaz não se cinge ao papel religioso. Por esta montra à minhota, aberta entre 19 e 22 de Agosto e onde cabem corações e trajes marcados pela joalharia e folclore da região, passam também cabeçudos, gigantones, cortejos, serenatas e tapetes floridos, todos com pé em terreno virtual, em filmes transmitidos nas redes sociais, como manda a etiqueta. Para ver in loco, ou assistir em directo via digital, há ainda música com Sons do Minho, Augusto Canário e Orquestra Popular Sopro de Cordas de Outeiro (respectivamente, dias 19, 20 e 21, às 22h), o Festival de Folclore (dia 21, às 15h) e a Festa do Traje (dia 22, às 22h). A compor o ramalhete, no Jardim Público, está montada a Feira de Artesanato Tradicional e Contemporâneo. O programa das Festas d'Agonia está aqui.

Sexta, 20: Poster à vista

Em Lisboa, o bairro de Marvila volta a transformar-se numa galeria ao ar livre pelas mãos de artistas plásticos, fotógrafos, ilustradores, designers, músicos ou mesmo atletas. A sexta edição da Poster Mostra põe na rua, à vista de todos e até 3 de Setembro, os trabalhos de 20 artistas convidados, a que se juntam os 13 vencedores das open call promovidas pela organização, uma delas dedicada aos posters históricos da marca de vinho do Porto Sandeman. A diversidade criativa tem como base o mesmo suporte – o poster, que tanto vende sabonetes como ideais – e pode ser vista da Rua do Açúcar à Rua Amorim, passando pelo Largo do Poço do Bispo. Coladas às paredes estão obras assinadas por Adolfo Luxúria Canibal, André Carrilho, António Paixão, Artur Pastor, Christian Haas, Cláudia Rocha, Daniel, Márcia, Mike Ghost, Nuno Saraiva, Nuno Viegas, Paulo Segadães, Patrick Grant, Raul Reis, Ricardo Quaresma, Samuel Úria, Teresa Pamplona e Tinker Hatfield, entre outros. O mapa está disponível aqui.