Virginia López: “Todas podemos ser supervendedoras, supervencedoras”

A ex-jornalista escreveu um manual com o qual promete revolucionar a forma como se vende e que, afirma, foi criado a pensar nas mulheres.

bemestar,impar,questoes-sociais,mulheres,entrevista,livros,
Fotogaleria
Virginia López foi jornalista durante dez anos e "apostava um rim" em como nunca ingressaria nas vendas Vasco Simões
bemestar,impar,questoes-sociais,mulheres,entrevista,livros,
Fotogaleria
Supervendedora, Supervencedora é editado pela Contraponto Editores DR

A espanhola Virginia López chegou a Lisboa há 20 anos para estudar jornalismo, carreira que acabaria por abraçar. Mas, dez anos depois, ingressou no mundo das vendas, no sector da cosmética — e nunca mais o largou. Tornou-se uma “supervendedora” e uma “supervencedora”, como gosta de se chamar. Durante a última década, reuniu técnicas e conselhos para ser bem-sucedida no sector comercial, dicas essas que partilha, agora, no livro Supervendedora, Supervencedora, que chegou às livrarias esta quinta-feira, com o selo da editora Contraponto.