Consenso sobre mudança das regras orçamentais marca última conferência da presidência portuguesa

Críticas às actuais regras e diversas propostas de mudanças marcaram conferência com que o Ministério das Finanças concluiu hoje a presidência portuguesa do Conselho da UE. Mas um acordo entre todos os países parece ainda difícil.

Foto
Ministro das Finanças, João Leão LUSA/ANTONIO PEDRO SANTOS

No último dia de uma presidência do Conselho da UE em que não se fizeram grandes avanços em direcção a uma alteração das regras orçamentais, o Governo português tentou manter o debate aceso para os próximos meses realizando em Lisboa uma conferência em que todos os intervenientes defenderam a necessidade de mudar o Pacto. A ausência de participantes provenientes dos países onde a manutenção das regras é mais vezes defendida foi, no entanto, notada.