CCB inventa “destemporada” para acabar com pandemia cultural

Nos próximos três meses, os auditórios do CCB, que habitualmente não estão ocupados com espectáculos no Verão, vão tentar recuperar a cultura suspensa pela pandemia. Em Belém vai começar a destemporada.

Foto
O espectáculo "Bate Fado", da dupla de coreógrafos Jonas&Landar Paulo Pimenta

Como a temporada foi metida na gaveta, o Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, inventou uma “destemporada” para os próximos três meses com mais de uma centena de espectáculos e outras iniciativas, apresentadas nesta terça-feira ao final da tarde pela administração do CCB. “Uma ‘destemporada' é o contrário da temporada que normalmente não acontece desta forma densa durante o Verão. É um grande risco, porque não temos geralmente espectáculos no grande e pequeno auditórios em Julho e Agosto, mas estou convicto que vão estar muitas pessoas em Lisboa sequiosas de ver espectáculos”, explicou ao PÚBLICO Delfim Sardo, o administrador do CCB com a responsabilidade da programação.