Jeff Bezos vai viajar até ao espaço com o irmão

Depois de deixar a Amazon, Jeff Bezos voa até ao espaço.

Foto
LUSA/BLUE ORIGIN HANDOUT

O fundador da Amazon Jeff Bezos​ ​anunciou no Instagram que vai ser um dos passageiros do primeiro voo espacial tripulado da Blue Origin – a empresa aeroespacial que também fundou. O irmão Mark Bezos será o segundo passageiro. “Desde os meus cinco anos que sonho viajar no espaço. No dia 20 de Julho farei a viagem com o meu irmão, a maior aventura com o meu melhor amigo”, partilhou Bezos na mesma rede social.

Para além dos irmãos Bezos, há espaço a bordo para mais um passageiro. A Blue Origin colocou o terceiro lugar do foguetão a leilão. De acordo com a empresa, a primeira ronda do leilão terminou no mês passado e participaram 5200 pessoas de 136 países e a proposta mais alta foi de 2,8 milhões de dólares (cerca de 2,3 milhões de euros). O vencedor do leilão vai ser anunciado a 12 de Junho e pode partilhar a experiência de viajar no espaço com os Bezos. 

O valor angariado vai ser doado ao Club For The Future, uma fundação criada pela Blue Origin que tem como objectivo inspirar os mais jovens a seguirem carreiras nas áreas da ciência, tecnologia, engenharia e matemática e a participarem na invenção do futuro da vida no espaço.

O voo suborbital, que acontece após 15 voos de teste não tripulados, vai ser feito no foguetão New Shepard com uma cápsula que transporta os tripulantes. Ao longo da viagem, os passageiros podem desfrutar da vista, já que há uma janela privada para cada um. O foguetão vai descolar no Texas, nas instalações da Blue Origin e, quando atingir 100 quilómetros de altitude, separa-se da cápsula. Quando isto acontecer, os passageiros vão conseguir ver a curvatura da Terra e estar alguns minutos sem gravidade, antes de a aeronave voltar à Terra. 

À semelhança de Bezzos, Elon Musk e Richard Branson também têm investido nos seus foguetões, SpaceX e Virgin Galactic respectivamente, mas será o também detentor do jornal The Washington Post o primeiro a viajar para o espaço numa aeronave desenvolvida pela sua empresa. Musk e Branson têm apostado em foguetões capazes de levar turistas ao espaço a preços acessíveis.

A viagem de Bezos marca o início do negócio de turismo espacial.

A 5 de Julho, Jeff Bezos deixa de ser o CEO (presidente executivo) da Amazon e dá lugar a Andy Jassy, o responsável da divisão de cloud computing da gigante tecnológica.