Teletrabalho: empresas pouparam na energia e gastaram em equipamento

Vice-presidente da CIP diz que debate sobre trabalho remoto “está enviesado” e que só se fala nos custos e benefícios. “Ninguém pode dizer que ganhou com o teletrabalho.”

Foto
Paulo Pimenta (arquivo)

Se o barómetro mensal da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) espelhasse a realidade do tecido empresarial, então 79% das empresas diria que o teletrabalho trouxe poupanças nada ou pouco significativas às empresas. O problema é que a amostra do inquérito de Abril tem mais empresas industriais e da energia, com uma enorme sobrevalorização das grandes empresas. O que significa que, além de não ser representativa do todo nacional, a amostra está enviesada para o lado da indústria, precisamente um sector que terá menos possibilidade de recorrer ao trabalho remoto.