Viva Andy Burnham!

Depois de tantos dirigentes londrinos do Labour (Miliband, Corbyn e Starmer são os três mais recentes), é altura de eleger um que seja do Norte.

Cheira-me que Andy Burnham vai ser o próximo chefe dos trabalhistas. E cheira-me também que pode ser o próximo primeiro-ministro.