A Savannah vai participar “de forma entusiasta” no concurso para o lítio

Empresa britânica que quer construir a primeira mina de lítio em Portugal garante que todo o metal que produzir vai ser vendido para a Europa, e acredita que Portugal pode ocupar um lugar de topo na fileira. Presidente executivo da empresa acredita que vai conseguir o apoio da população e inverter o despovoamento na região do Barroso.

Foto
Amostras da exploração de lítio da empresa inglesa Savannah em Boticas Adriano Miranda

O Estudo de Impacto Ambiental do projecto de ampliação da mina do Barroso, em Boticas, um investimento de 110 milhões de euros liderado pela Savannah, está em consulta pública até ao dia 2 de Junho. O presidente executivo da empresa britânica, David Archer, diz que a entrada da Galp no capital da subsidiária portuguesa da Savannah foi uma boa notícia, sobretudo pela importância e reconhecimento que a petrolífera tem em Portugal – mas a Galp não é a única com quem a britânica tem assinado acordos de fornecimento.