Sílvia e Luís, restaurante Sacas: “Depositamos aqui o nosso coração e a nossa vida”

Cresceu no restaurante dos pais, afamada casa de peixe e marisco no porto de pesca da Zambujeira do Mar. Agora, é Sílvia, com o marido, Luís, que seguram o leme do Sacas e enfrentam a tempestade da pandemia, chegada pouco depois de receberem este legado com quase quatro décadas. “Temos esperança, queremos muito trabalho”.

Foto
Rui Gaudencio

Sílvia João tinha 9 anos quando os pais abriram a tasca atrás da antiga lota da Entrada da Barca. “O meu pai era pescador, a minha mãe ficou sem trabalho, fizeram uma barraca, viveram aqui, e ela lembrou-se de fazer uma tasca para os pescadores”.