Os 400 copos

Não resolve da melhor maneira a conjugação entre a festa e o niilismo.

ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
,74º British Academy Film Awards
Fotogaleria
,A caçada
Fotogaleria
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
,Thomas Vinterberg
Fotogaleria

Uma “celebração da vida”, pretendia Thomas Vinterberg, que referiu ter mudado o tom previsto a partir do momento em que, poucos dias depois de iniciada a rodagem, a sua filha morreu violenta e inesperadamente num acidente de automóvel. Mas ficou também o death wish que devia estar inicialmente subjacente, o alegre mergulho na auto-destruição operado pelo quarteto protagonista, quatro professores de um liceu algures numa cidade dinamarquesa que apostam em passar os dias bêbedos por tanto tempo quanto possível.