Arroz cremoso de alho-francês e feijão branco

A nutricionista Márcia Gonçalves assume, no seu blogue Compassionate Cuisine (em português, Cozinha com Compaixão), a missão a divulgação de receitas vegetarianas criativas. Faz parte dos Pares do Ímpar.

Foto
DR

Esta receita de arroz é bastante leve em termos de sabor, e menos rica, por isso nem me atrevo a chamá-la “risoto”. Mas, parte do mesmo princípio, o de transformar o arroz no seu próprio molho. Para isso, seleccionei um arroz de grão médio, que tolera este método culinário, no qual o grão é desgastado e o amido é removido da sua superfície pelo movimento, para espessar o líquido de cozimento, conferindo-lhe uma consistência mais cremosa.

Para fazer esta receita, gosto de tostar ligeiramente o grão de modo a manter a integridade do bago. Depois, a cocção é feita com a adição de pequenas quantidades de um líquido, numa panela aberta (para promover a evaporação da água), concentrando um maior sabor desse mesmo caldo. Ao mesmo tempo, mexe-se frequentemente para o cozimento ser uniforme. No final, antes de retirar do lume, o arroz deve ser solto, e posso adicionar alguns ingredientes para lhe dar mais personalidade: neste caso, para além do alho-francês e o tomilho no início da confecção, juntei no final um pouco de sumo de limão, salsa e feijão branco, embora seja completamente opcional.

Foto

Arroz cremoso de alho-francês e feijão branco

4 porções

40 min

Foto

Ingredientes:
1 colher de sopa de azeite
½ cebola cortada em cubos
2 alhos-franceses cortados em fatias
2 dentes de alho picados
150 g de arroz para risoto (arborio)
½ colher de chá de tomilho seco
100 mL de vinho branco
750 mL de caldo de legumes caseiro ou água
½ lata pequena (130 g) de feijão branco cozido
1 colher de sopa de sumo de limão
Sal e pimenta preta q.b.
2 colheres de sopa de salsa fresca picada

Procedimento:

1. Numa panela média, salteie no azeite a cebola e o alho-francês, cerca de 5 a 7 minutos, até os legumes começarem a amolecer. Junte o alho, e salteie mais 1 a 2 minutos. Adicione de seguida o arroz e o tomilho, e deixe refogar durante 2 a 3 minutos, até os bagos de arroz começarem a ficar translúcidos nas pontas. Junte o vinho branco e envolva. Tempere com sal e pimenta preta. Assim que o líquido estiver quase absorvido, junte 1 chávena de água ou caldo. À medida que o líquido é absorvido, adicione ½ chávena de água ou caldo, mexendo sempre até o arroz estar cozido, o que deverá levar cerca 25 minutos. Antes de retirar do lume (idealmente 3 a 5 minutos antes), junte o feijão branco, o sumo de limão, e rectifique os temperos.

2. Sirva o “risoto” guarnecido com a salsa picada, acompanhado de cogumelos salteados (neste caso com vinagre balsâmico).

Nota: Na versão da fotografia, juntei 100 g de natas vegetais light, para tornar o arroz mais rico, mas é completamente opcional.