Decisão final está tomada: juíza Fátima Galante aposentada compulsivamente

Restam agora à magistrada acusada na Operação Lex o recurso às instâncias europeias de justiça, onde poderá vir a alegar que viu violadas as suas garantias de defesa.

Foto
Fátima Galante foi afastada da magistratura ANTÓNIO PEDRO SANTOS

A juíza Fátima Galante, suspeita de ser cúmplice do magistrado Rui Rangel num esquema de venda de decisões judiciais, falhou a última tentativa na justiça nacional para evitar a aposentação compulsiva que lhe foi decretada pelo Conselho Superior da Magistratura.