Portuguesas entram a ganhar no primeiro torneio do WPT 2021

Sofia Araújo e Ana Catarina Nogueira garantiram o apuramento para os oitavos-de-final do Adeslas Madrid Open.

Foto
Sofia Araújo nesta quarta-feira, em Madrid Foto: WPT

O quadro principal do Adeslas Madrid Open 2021, a primeira de 18 etapas do World Padel Tour, que, ao longo dos próximos nove meses, vai passar por seis países, incluindo Portugal, arrancou nesta quinta-feira com as vitórias das duas melhores padelistas portuguesas. Com novas parceiras, Sofia Araújo e Ana Catarina Nogueira justificaram o favoritismo e garantiram o apuramento para os oitavos-de-final com vitórias em dois sets.

Após um ano onde foi considerada a “jogadora revelação” do WPT 2020 e onde conseguiu um lugar em Menorca no Master Finals, Sofia Araújo manteve o nível elevado e iniciou a nova parceria com a espanhola Eli Amatriain com uma boa vitória.

As 7.ªs cabeças-de-série mediram forças nos 16-avos com Anna Cortiles (38.º do WPT) e Ana Fernández (50.ª), e, sem surpresa, asseguraram o lugar na fase seguinte com um triunfo em apenas dois sets: 6-2 e 6-3.

Nos “oitavos”, Araújo e Amatriaín regressam ao final da manhã desta quinta-feira ao Rivapadel Sport Club para defrontarem uma dupla com um grau de exigência superior: Delfina Brea (antiga parceira de Ana Catarina Nogueira) e Tamara Icardo, que afastaram Nelida Brito e Nicole Traviesa, com 6-1 e 6-3.

Ana Catarina Nogueira foi a última a entrar no court e apenas ficou a conhecer a dupla rival na manhã desta quarta-feira. A jogadora portuense, que este ano vai fazer dupla com andaluza Teresa Navarro, n.º 25 do ranking mundial, tem o estatuto de 8.ª cabeça de série no Adeslas Madrid Open e teve pela frente uma dupla ítalo-espanhola: Claudia Jensen e Sandra Bellver-Fructuoso.

A italiana Jensen, de apenas 15 anos e uma das promessas do padel mundial, e a espanhola Bellver-Fructuoso começaram a participação no primeiro torneio do ano no WPT nas pré-eliminatórias e conseguiram entrar no quadro principal após venceram três duplas, duas delas com melhor ranking.

No entanto, contra “Nogy” e Navarro, não houve surpresa. Ainda com pouco rotinas, a portuguesa e a espanhola sentiram dificuldades no primeiro set (7-5), mas não deixaram fugir o apuramento com uma vitória clara no segundo parcial: 6-1.

Depois de afastarem a jovem Claudia Jensen, na fase seguinte, Ana Catarina Nogueira e Teresa Navarro vão defrontar na manhã desta quinta-feira mais duas promissoras atletas: as espanholas Noa Paredes e Jimena Postiguillo, de apenas 16 anos, que deixaram pelo caminho sem grandes dificuldades Melania Merino e Alicia Blanco, duas jogadoras do top-50 (6-3 e 6-1).