Na corrida à recuperação económica, EUA ganham terreno à Europa

EUA responderam ao fundo de recuperação europeu com um plano de investimento de cerca de dois biliões de euros. É mais um episódio no embate de medidas tomadas pelos dois blocos económicos para contrariar a crise.

Foto
Tobias Schwarz/REUTERS

Atingidas pela pandemia de forma muito semelhante, as economias dos EUA e da União Europeia (UE) têm vindo a ser alvos de políticas económicas substancialmente diferentes. Com um Estado menos forte à partida, os norte-americanos responderam com vários pacotes de medidas extraordinárias de grandes dimensões, sendo que o último, proposto na quarta-feira por Joe Biden, promete trazer os maiores investimentos do país desde a corrida espacial.