Líder do governo da Baviera favorito para suceder a Merkel como candidato a chanceler

Sondagem dá 41% das intenções de voto a Markus Söder, contra 14%, de Armin Laschet, o actual líder nacional da União Democrata Cristã (CDU). Entre Os Verdes, Robert Habeck supera Annalena Baerbock.

Foto
Markus Söder parece o melhor colocado para suceder a Angela Merkel como candidato a chanceler LUKAS BARTH-TUTTAS/LUSA

O ministro-presidente da Baviera e líder da União Social Cristã (CSU), Markus Söder, surge destacadíssimo como favorito para suceder a Angela Merkel, que se despede depois de 16 anos no poder, como candidato a chanceler pela União Democrata Cristã (CDU) nas eleições de 16 de Setembro.

Uma sondagem publicada este sábado pela YouGov para a agência DPA dá a Söder 41% das intenções de voto contra apenas 14% de Armin Laschet, ministro-presidente da Renânia do Norte-Vestefália, e líder nacional da CDU, eleito em Janeiro depois da demissão de Annegret Kramp-Karrenbaeuer. Os outros 45% dos inquiridos preferiram não se manifestar.

Para Laschet, que chefia o estado mais populoso do país, os resultados são ainda piores se se olhar só para a preferência do eleitorado conservador, onde Söder lidera as preferências com 63%, por comparação com os 12% de Laschet. A eleição de Söder romperia com a “tradição” da aliança entre CDU e CSU que costuma escolher para chanceler um candidato da CDU.

A decisão sobre quem será o candidato será tomada entre a Semana Santa e o domingo de Pentecostes, perto de 23 ou 24 de Maio. O mesmo prazo avançado pelos líderes de Os Verdes, Annalena Baerbock e Robert Habeck, para decidir qual deles será o candidato a concorrer à liderança do Governo.

Na sondagem, Habeck supera, com 20%, Baerbock, com 12%, no entanto, cerca de 68% ainda não decidiu entre os dois políticos. Se reduzirmos os números apenas aos eleitores de Os Verdes, Habeck mantêm-se na liderança, com 38% a 29%.