Com quebras de 70%, restaurantes Michelin lutam para se manter à tona

Depois do confinamento, o Verão foi um balão de oxigénio. Os clientes portugueses vieram. Mas a partir de Outubro voltaram a desaparecer, sobretudo nas grandes cidades. Entre o optimismo e o desespero, os estrelas Michelin procuram soluções e tentam aguentar o barco.

Foto
Filipa Fernandez

Uma estrela pode ajudar mas não salva um negócio. Os restaurantes portugueses com estrela Michelin têm resistido, de diferentes formas, ao impacto brutal da pandemia. Desaparecidos os estrangeiros, os portugueses vieram em números até superiores ao que se poderia esperar. Mas não são suficientes.