A diversidade intravarietal das castas de videira autóctones está a ser reconhecida e conservada para o futuro

O Senhor do Vinho que convidámos para esta edição especial da Fugas é Antero Martins, professor jubilado do Instituto Superior de Agronomia e presidente da Associação Portuguesa para a Diversidade da Videira – PORVID.

Foto
Daniel Rocha

A diversidade genética intravarietal das características das castas antigas continua a ser um conceito ainda insuficientemente interiorizado e valorizado no mundo vitivinícola, certamente devido à dificuldade da sua avaliação experimental e também por estar aparentemente em contradição com a homogeneidade de algumas características de grande notoriedade, como as ampelográficas e certos marcadores moleculares.