Sentar e levantar da cadeira dez vezes? Exercícios para quem passa o dia em frente ao ecrã

O isolamento e o teletrabalho aumentaram a probabilidade de se ficar sentado em frente ao ecrã, sem actividade física e com uma má postura. Não é boa ideia, já se sabe, com a Organização Mundial de Saúde (OMS) a listar o sedentarismo como o quarto maior factor de risco de mortes no mundo porque traz prejuízos para a saúde mental e aumenta o risco de doenças cardiovasculares e diabetes, entre outras. Mas onde é que se arranja tempo, paciência e motivação para o exercício durante um dia de teletrabalho? E como começar? 

Para ajudar, neste episódio do Vitamina P falamos com Sara Pedrosa, professora de Pilates e de ginástica laboral na Healthy Generation, uma empresa que desde 2006 desenvolve programas de exercício, saúde e bem-estar em empresas portuguesas. Além de explicar os benefícios de incluir actividade física no dia-a-dia, a profissional dá várias dicas de exercícios e alongamentos para fazer durante um dia em frente ao ecrã, seja em teletrabalho ou no escritório.

Os benefícios dos exercícios (que duram uma mão cheia de minutos) vão além do físico. “Ali nuns momentos esquece-se o stress do trabalho”, frisa Sara Pedrosa. “E não podemos passar uma hora em actividade e oito horas parados.” O ideal é criar momentos de pausa ao longo dia.

Falamos também com personal trainer e osteopata Ronilson Sá que é o responsável técnico do estúdio ART (sigla para Athletic Rehabilitation Therapy — terapia de reabilitação atlética em português) sobre a importância das pessoas deixarem de ver o exercício como uma questão de estética.

No final do episódio, há tempo para falar sobre o exercício viral em que basta uma toalha, cinco minutos e dez dias para ter abdominais. Sim, é um mito: mas de onde vem?

Subscreva o Vitamina P na Apple Podcasts, Spotify, SoundCloud ou outras aplicações para podcasts.

Conheça os podcasts do PÚBLICO em publico.pt/podcasts.

Sugerir correcção