De Espanha à Austrália. O aumento de novos casos obriga países a recuar no desconfinamento

Depois de quase dois meses de regresso à normalidade, vários países lutam agora com o aparecimento de novos surtos de infecção. A estratégia parece ser semelhante: confinar regiões específicas, isolar os casos positivos e identificar as cadeias de transmissão activas o mais rapidamente possível.

Foto
Habitantes da área metropolitana de Barcelona foram aconselhados a "ficar em casa” LUSA/Quique García

Apesar de ser difícil imaginar uma realidade em que o vírus já não faz parte do dia-a-dia da população, há quase dois meses que o mundo está a regressar aos poucos e poucos a uma nova normalidade. Mas ainda que os números relacionados com a pandemia tenham sido animadores nas primeiras semanas de desconfinamento, o aumento de casos nas últimas semanas está a levar a que alguns países se voltem a fechar e tornem a impor novas medidas de confinamento para conter a propagação do vírus e impedir o descontrolo de surtos.