UCI Cinemas reabrem esta segunda-feira, mas apenas em Gaia

A quarta maior exibidora do mercado português remete para “as próximas semanas” a reabertura das suas salas de Lisboa e da Amadora.

coronavirus,cultura,instituto-cinema-audiovisual,vila-nova-gaia,cinema,culturaipsilon,
Foto
1917, de Sam Mendes, é um dos filmes em exibição DR

A UCI Cinemas, quarta maior exibidora do mercado português, reabre esta segunda-feira as suas salas do centro comercial Arrábida, em Vila Nova de Gaia, remetendo para "as próximas semanas” a reabertura dos complexos de Lisboa e da Amadora.

A exibidora, que fechou as portas dos seus multiplex a 16 de Março no âmbito das medidas de contenção da covid-19, tem 45 salas no país, das quais 20 no centro comercial Arrábida, situando-se as restantes nos centros comerciais El Corte Inglès (Lisboa) e UBBO (Amadora). No total, a capacidade da UCI Cinemas é de 9.279 lugares.

Quase três meses depois, a exibidora reabre apenas em Gaia, com dez filmes em cartaz, sobretudo obras que estavam em exibição quando encerraram, nomeadamente 1917, de Sam Mendes, e Mulherzinhas, de Greta Gerwig.

De acordo com a exibidora, esta será “uma reabertura faseada”, já que os restantes centros comerciais onde opera permanecem restringidos ao público por decisão do Governo, dado o elevado número de pessoas infectadas pela covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Segundo a UCI Cinemas, a lotação das salas será reduzida, com obrigatoriedade de lugares espaçados entre espectadores, circuitos de circulação e sistemas de limpeza “mais intensos e frequentes”. O comunicado da exibidora não indica a obrigatoriedade de uso de máscara mas aponta que apenas serão vendidos “alimentos e bebidas embalados”.

A rede de exibição comercial de cinema em Portugal integra 535 salas, com cerca de 99 mil lugares, segundo os dados mais recentes do Instituto do Cinema e do Audiovisual.

A Nos Cinemas é a maior exibidora nacional, com 219 salas em todo o país, o que representa 40,9% do total de ecrãs. Seguem-se Cineplace (85 salas), NLC Cinema City (46 salas), UCI (45 salas) e Socorama/Castello Lopes (31 salas).

Desde 1 de Junho, dia em que foi permitida a reabertura de salas de espectáculos, teatros e cinemas, foram poucas as salas de cinema que reabriram, contando-se entre elas o Cinema Ideal, em Lisboa, e o Trindade, no Porto. Nesse mesmo dia, o Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra, deu início às sessões de Cinema à Segunda.

A 4 de Junho reabriram algumas salas da Castello Lopes em Torres Novas e Guimarães.

Sugerir correcção