Usar a bicla para dar a volta ao vírus? Ministro do Ambiente pede propostas aos municípios

Ao contrário do que vem sendo notícia noutros países, em Portugal a bicicleta não aparece entre as opções de mobilidade preferenciais nesta fase de desconfinamento paulatino.

Portugal tem o objectivo de chegar aos 7,5% de deslocações em bicicleta, em 2030
Foto
Portugal tem o objectivo de chegar aos 7,5% de deslocações em bicicleta, em 2030 daniel rocha

A covid-19 está a mexer com a distribuição do espaço público de cidades por todo o mundo, mas Portugal, elogiado em múltiplos aspectos pela forma como enfrentou a pandemia, parece estar a ficar para trás na adopção de medidas que evitem, por exemplo, que o espaço urbano seja tomado, de novo, pelo automóvel particular. O Governo acredita na capacidade do transporte público, mas têm sido vários os pedidos, de associações e especialistas em mobilidade, para que, como noutros países, o regresso se faça com uma aposta noutras formas de mobilidade sustentável.