BoCA Online: pensar, criar e dialogar sem saber o que vai ser o amanhã

A BoCA – Biennial of Contemporary Arts lança, esta segunda-feira, um ciclo de programação com actividades transdisciplinares para pensar o mundo e a experiência artística a partir do espaço doméstico. Bill T. Jones, Odete, Gonçalo M. Tavares, Ailton Krenak e Linn da Quebrada são alguns dos nomes no programa.

Foto
Bill T. Jones, Odete e Cao Fei Stephanie Berger/DR/Myrzik and Jarisch

John Romão sabe que é uma missão impossível transformar o espaço doméstico em algo parecido com um palco, um museu, uma sala de conferências. Mas acredita que este pode ser um novo ponto de partida, “um outro dispositivo” para “pensar o mundo”. Foi por isso, e para isso, que o criador e director artístico da BoCA – Biennial of Contemporary Arts concebeu um ciclo de programação ancorado na relação entre corpo, câmara e casa em tempos de pandemia.