Como serão os restaurantes no pós-pandemia?

A pandemia antecipa mudanças que já estavam em curso. Mas é a forma como os estabelecimentos enfrentarão a crise que vai indicar o quanto continuarão relevantes na sociedade. E como nos vão restaurar através da comida. Com experiência, proximidade e... simpatia.

Fotogaleria
Nelson Garrido
Fotogaleria
Vasco Coelho Santos, dos restaurantes Euskalduna Studio e Semea, no Porto Nelson Garrido

“Penso que, quando reabrirmos, ainda poderemos ter 40 convidados sentados na sala, mas precisaremos de nos adaptar a uma nova realidade. A pergunta que estou a fazer é como será o restaurante quando ele for reaberto”, questionou-se René Redzepi, do Noma, em Copenhaga, na semana passada durante uma transmissão ao vivo (dessas que se tornaram o novo normal em tempos de quarentena) no Instagram