“Trump está a fazer o mesmo que Orbán: destruir a democracia aos poucos”

Resposta “passiva e incompetente” dos EUA à covid-19 “reflecte empoderamento do populismo de direita”, diz autor do bestseller Como Morrem as Democracias. Trump não é Viktor Orbán, mas o caminho é o mesmo. “Temos de ter consciência de que é essa a direcção.”

Foto
Rui Gaudencio

O cientista político Daniel Ziblatt, professor na Universidade de Harvard e co-autor do livro Como Morrem as Democracias (com Steven Levitsky, edição Vogais)  recomendado pelo ex-Presidente Barack Obama como um dos melhores livros de 2018 — foi apanhado pela pandemia da covid-19 em Berlim, onde está a terminar um ano sabático em parte dedicado a conversar com políticos alemães. É da Alemanha que observa a pandemia a espalhar-se pelo mundo, “colado à televisão e aos jornais”. Em 2018, Ziblatt defendeu que, com Donald Trump na Casa Branca, a democracia norte-americana estava em perigo e avisou: as democracias já não caem com golpes e revoluções, mas com “passinhos de bebé” que destroem as instituições pouco a pouco.