Acusação da Operação Lex pronta antes de Abril

Ex-presidente da Relação de Lisboa rejeita suspeitas de viciação na distribuição de processos. Associação de juízes pede sindicância.

Foto
O juiz Rui Rangel LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS

A acusação da Operação Lex, na qual se investigam crimes como corrupção, branqueamento de capitais e tráfico de influência e que entre os arguidos conta já com três juízes, Rui Rangel, Fátima Galante e o ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa (TRL), Luís Vaz das Neves, deverá estar concluída antes de Abril, segundo apurou o PÚBLICO.