Lousã celebra a chanfana com festival gastronómico

Pelas mesas dos restaurantes aderentes, a chanfana será rainha, mas não faltam a sopa de casamento ou negalhos, entre outras propostas. De 21 de Fevereiro a 1 de Março.

Foto
Sérgio Azenha

O município da Lousã, no distrito de Coimbra, promove a partir de sexta-feira o IX Festival Gastronómico da Chanfana, em 19 restaurantes aderentes, uma das iniciativas gastronómicas anuais e que procura reforçar a atractividade e a procura turística.

O evento, um dos três realizados anualmente pela Câmara Municipal, juntamente com o Festival de Cabrito e Sabores Outono, termina a 1 de Março.

“Queremos aproveitar a atracção que a gastronomia tem e a mobilização que faz em termos turísticos no país e, através da capacidade existente neste sector na Lousã, potenciar os nossos produtos”, disse o presidente da autarquia, Luís Antunes, na apresentação do festival à comunicação social.

Salientando que a chanfana é “claramente um produto identitário do concelho e região", o autarca frisou que a chanfana é um prato que está presente “em diversos momentos e situações ao longo da vida, sejam elas mais festivas ou não, integrando os menus das gentes e da região”.

Segundo Luís Antunes, o festival procura também associar outros produtos de “elevada qualidade que existem no território e que são um complemento muito interessante para uma refeição em que a chanfana é o prato predominante”.

O presidente da Câmara da Lousã salientou ainda que o Festival Gastronómico da Chanfana se insere na estratégia da Dueceira – Associação de Desenvolvimento do Ceira e Dueça, que abrange os concelhos de Lousã, Miranda do Corvo, Vila Nova de Poiares e Penela, entidade que gere a marca Terras das Chanfana, que em 2018 foi votada uma das 7 Maravilhas à Mesa.

Trata-se de uma marca registada e que, de acordo com Luís Antunes, tem vindo a ser trabalhada e através da qual aqueles quatro concelhos fazem promoção territorial.

O autarca adiantou que a marca vai marcar presença novamente na Bolsa de Turismo de Lisboa e na Feira Internacional de Turismo, na Guarda.

De acordo com o presidente do município da Lousã, a chanfana tem tido mais notoriedade e “uma valorização acrescida”, permitindo combater a “sazonalidade mais vincada de há uns anos”.

Luís Antunes acrescentou ainda que o Festival Gastronómico da Chanfana também se insere na estratégia da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra que, no próximo ano, será a Região Europeia de Gastronomia. 

A ementa (pdf) de cada restaurante aderente ao festival pode ser consultada aqui.

Sugerir correcção