As amendoeiras em flor são um festival no Algarve

Passeios, gastronomomia, artesanato e, claro, muitas voltas às amendoeiras em flor, a “neve” algarvia. O festival estreia-se nos dias 1 e 2 de Fevereiro.

Fotogaleria
É o primeiro festival das amendoeiras em flor no concelho ARCDAA
Enclave Deportivo
Fotogaleria
A oferta conta com vários passeios ARCDAA
Fotogaleria
A iniciativa pretende também levar a mais plantações de amendoeiras ARCDAA
Fotogaleria
Os passeios pelos caminhos das amendoeiras são sempre os mais desejados Pedro Cunha
Fotogaleria
No festival, a natureza conjuga-se com "cultura e gastronomia, dando a conhecer um Algarve natural” Pedro Cunha
Fotogaleria
O festival decorre a 1 e 2 de Fevereiro Paulo Ricca

Este fim-de-semana, Alta Mora, no concelho de Castro Marim, celebra um festival com passeios entre amendoeiras em flor e uma viagem pelas tradições gastronómicas e artesanais algarvia.

O Festival das Amendoeiras em Flor pretende afirmar-se logo na sua primeira edição, como um evento onde a “natureza se conjuga com cultura e gastronomia, dando a conhecer um Algarve natural”, disse à Lusa Válter Matias, Presidente da Associação Recreativa Cultural e Desportiva dos Amigos da Alta Mora (ARCDAA).

PÚBLICO -
Foto
ARCDAA

Os passeios pedestres da associação já se tornaram uma tradição por entre os vales, as ribeiras e os ancestrais amendoais da serra algarvia – sob o mote da lenda das amendoeiras em flor – conseguindo registar um aumento constante de participantes – “passando dos 40, no início, aos mil em 2019, obrigando a dividir as caminhadas “por dois fim-de-semana”, revelou, Válter Matias.

Decidiram criar em 2020, o festival das amendoeiras em flor, dando aos visitantes a oportunidade, não só de conhecer a natureza, mas também de "visitar o mercado de produtos locais” e assistir a recriações de artes e ofícios artesanais, que permitem “reconhecer e reavivar memórias”, deixando o recinto da escola primaria e “passando a envolver toda a aldeia”.

Entre as propostas para os dois primeiros dias de Fevereiro estão a animação de rua, o teatro, a música tradicional portuguesa (fado e folclore), os jogos tradicionais, os ateliers de pão, de queijo de cabra, bem como a gastronomia tradicional, assente em produtos tradicionais da dieta mediterrânica.

Criado com base nas caminhadas, este ano a oferta conta com passeios de 5, 8, 12 e 25 quilómetros, com o centro em Alta Mora (freguesia de Odeleite) e passagem por algumas localidades vizinhas, onde as paisagens das amendoeiras em flor são sempre “um chamariz muito grande” e o que mais tem agradado aos participantes, relevou o organizador.

A iniciativa pretende também incrementar o crescimento de mais plantações de amendoeiras, numa estratégia que procura rentabilizar as várias vertentes do produto, que pode passar pelas artes, desporto de natureza ou gastronomia.

O festival é gratuito, no entanto os passeios pedestres têm o valor de 14 euros e têm inscrições limitadas, garantindo pequeno-almoço, almoço, seguro, abastecimentos e brinde. As crianças dos 6 aos 12 anos pagam apenas 8 euros. 

Este evento está inserido no 365 Algarve, que tem como objectivo combater a sazonalidade na região, e mostrar que a oferta cultura também pode um elemento de atracção para quem visita a região fora da época alta entre Outubro e Maio.

Mais informações na página do evento no Facebook, via [email protected] ou pelo Tel.: 965 284 657.

Sugerir correcção