Torne-se perito

1917, Parasitas: prémios dos produtores e dos actores dão mais pistas para os Óscares

Este fim-de-semana, os sindicatos atribuíram as suas distinções e escolheram Joaquin Phoenix, Renée Zelwegger, Laura Dern e Brad Pitt, mas também dois filmes que se perfilam agora como favoritos.

,1917
Foto
1917, de Sam Mendes DR

Nos últimos dias, a comunidade de actores e produtores de Hollywood deu pistas importantes para o que poderá ser a noite dos Óscares: os prémios das guildas dos dois grupos profissionais premiaram os actores que se esperava e o filme que nas últimas semanas se agiganta como favorito — 1917, de Sam Mendes.

Na noite de sexta-feira para sábado, a Guilda (ou Sindicato) dos Produtores da América entregou os seus troféus e escolheu 1917, o filme sobre a I Guerra Mundial assinado pelo britânico Sam Mendes, como Melhor Filme, e Toy Story 4 como Melhor Filme de Animação. Ambos estão nomeados e são favoritos para os Óscares que têm lugar na madrugada de 9 para 10 de Fevereiro (hora portuguesa), com transmissão em Portugal nos canais Fox e Fox Movies — a cerimónia voltará a não contar com um anfitrião mas sim com convidados especiais.

No documentário, os produtores, um grupo significativo em número na composição dos votantes da Academia, elegeram um filme que os Óscares não consideraram: Apollo 11, sobre a missão de ida à Lua. Elegeram ainda, no campo televisivo, o documentário da Leaving Neverland, o programa semanal Last Week Tonight With John Oliver, as séries Succession e Chernobyl (todos da HBO), Fleabag (Amazon/BBC) na comédia e o telefilme Apollo: Missions to the Moon, além da competição RuPaul's Drag Race.

Já a Guilda (ou Sindicato) de Actores, cujos membros são os mais representados na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood que decide os Óscares e cujos votos inclinam decisivamente muitas categorias, premiou favoritos no seu grupo profissional: Joaquin Phoenix é o melhor actor por Joker, Renée Zelwegger a melhor actriz por Judy, Laura Dern a melhor actriz secundária por Marriage Story e Brad Pitt o melhor actor secundário por Era Uma Vez… em Hollywood. O prémio de Melhor Elenco foi para o sul-coreano Parasitas, de Bong Joon-ho, que se encontra nomeado tanto para Melhor Filme quanto para Melhor Filme Internacional.

Na televisão, premiaram-se Peter Dinklage pelo seu papel em A Guerra dos Tronos (HBO), Jennifer Aniston pelo papel interpretado em The Morning Show (Apple TV+) e o elenco de The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon).