A obsessão por excedentes orçamentais

Tudo parece apontar para que este seja o último orçamento elaborado por Mário Centeno e afigura-se que em toda a esquerda, PS inclusive, são evidentes os sinais de alívio acerca do início dessa nova etapa da governação no Ministério das Finanças.

Álvaro Santos Pereira, em entrevista à Antena 1 e ao Jornal de Negócios de 11 de Janeiro, afirma que “quem diz que não devemos ter excedentes não percebe nada de economia”. Ou seja, para procurar convencer os interlocutores e ouvintes da razão da sua tese, desqualifica os que defendem tese oposta.