A OMC está quase paralisada. Com que custo para a economia?

Um estudo realizado por um think tank alemão calcula que a existência da OMC garantiu ganhos de riqueza à grande maioria dos países: em Portugal foram de 3,82%, um dos valores mais altos na Europa.

Foto
LUSA/BIENVENIDO VELASCO

E se a Organização Mundial do Comércio deixasse de funcionar e o sistema de regras que impõe no comércio internacional deixasse de ser aplicado? Um estudo publicado recentemente por um think tank alemão dá mais argumentos a quem defende que um cenário desse tipo poderia conduzir a perdas ao nível dos fluxos comerciais e do crescimento económico, concluindo, com base em dados históricos, que a existência da OMC – em contraponto com um cenário em que não tivesse sido criada conduziu a ganhos de riqueza na maior parte dos países industrializados e emergentes, incluindo EUA e China, e colocando Portugal como uma das economias europeias que mais vantagens tirou da criação desta instituição.