Aumentos dos magistrados custam pelo menos 11 milhões de euros ao Estado

Número foi contabilizado pelo PÚBLICO após uma ronda por vários tribunais superiores. Ministério da Justiça optou por não disponibilizar dados. Só aumento de 100 euros no subsídio de compensação e duas mensalidades extras pagas aos mais de três mil magistrados do país vão custar vários milhões de euros ao erário público.

Foto
Daniel Rocha

Os aumentos salariais dos juízes e dos procuradores que trabalham nos tribunais comuns vão custar aos cofres do Estado pelo menos 11 milhões de euros este ano. O número foi contabilizado pelo PÚBLICO após uma ronda por vários tribunais superiores e organismos do sector, já que o Ministério da Justiça tem respondido reiteradamente que, como uma parte significativa das remunerações são pagas por entidades que possuem autonomia financeira, não dispõe de informação centralizada sobre o impacto das novas regras salariais, resultantes da revisão dos estatutos das duas magistraturas.